Image
Num mundo onde a realidade de ontem já não é a mesma hoje, urge criar cidadãos capazes de dar resposta ao ritmo vertiginoso com que o desenvolvimento e a mudança acontece. Numa sociedade cada vez mais tecnológica, fechada em si mesma e onde as fronteiras continuam a influenciar a vida de todos, urge criar cidadãos empáticos e com capacidade para se relacionar com o outro e influenciar positivamente a vida daqueles que os rodeiam. Numa época em que o planeta sofre os efeitos da busca pelo lucro em detrimento do natural e do respeito pelo ambiente, urge criar cidadãos críticos, com uma voz ativa e um espírito empreendedor.

As Escolas Transformadoras formam uma equipa cujo objetivo é a entreajuda, o intercâmbio de experiências e de desafios, a inspiração e a aprendizagem contínua no processo de transformação do paradigma educacional.

Esta é uma rede global, económica e pedagogicamente independente da Ashoka. A Ashoka apenas reconhece o trabalho desenvolvido por estas escolas e cria redes colaborativas entre os nomeados, de forma a fortalecer as iniciativas e os intervenientes neste processo de mudança e torná-los embaixadores de uma poderosa mensagem para o resto da comunidade.

Estas escolas, como tantas outras, são exemplos reais e concretos de que a transformação educativa é não só possível, como urgente!

Processo de Seleção

Nomeação: Uma rede de pessoas convidadas pela Ashoka, que conhecem a fundo a visão da Educação Transformadora e que têm com uma vasta experiência no setor educativo, nomeiam escolas candidatas a Escolas Transformadoras.

Investigação: A Ashoka entra em contacto com a Escola através de entrevistas com o seu staff ou com algum membro de uma Escola Transformadora.

Auto-avaliação: Cada escola candidata completa um questionário com questões de reflexão relativamente à adequação do seu trabalho com os critérios de seleção da Ashoka.

Visita: A Ashoka visita durante meio dia as escolas candidatas. Este é o momento de encontro com os principais dinamizadores de iniciativas transformadoras dentro da escola e de verificação de que a cultura criada na escola permite às crianças tornarem-se líderes empáticas, capazes de trabalhar em equipa e resolver problemas de forma criativa.

Painel: As escolas candidatas têm conversas individuais com três outros líderes de inovações educativas dentro da rede Ashoka para trocar ideias e avaliar aprofundadamente as principais questões relacionadas com cada critério de seleção.

Critérios de Seleção

O processo de seleção da Ashoka é consolidado pelos nossos cinco critérios, de acordo com os quais todas as escolas candidatas serão avaliadas em cada etapa do processo de seleção:
Image

Visão

As Escolas Transformadoras procuram formar os seus alunos como agentes de transformação positiva no mundo, com uma profunda consciência social e ambiental e a ambição de trabalhar para o bem-estar comum, e não apenas para o seu sucesso individual. É fundamental que a liderança da escola esteja comprometida e alinhada com esta visão e que já tenha dado passos em direção à sua realização.
Image

Inovação

As Escolas Transformadoras demonstram capacidade de inovar, criando e aplicando novas ideias e metodologias educativas. São inovadoras, sobretudo, na forma como ensinam e cultivam as competências transformadoras: empatia, trabalho em equipa, criatividade e empreendedorismo social.
Image

Influência e Colaboração

As Escolas Transformadoras têm a vocação, as condições e a vontade necessárias para influenciar o ecossistema da educação em Portugal, além de uma clara aspiração a liderar, de forma colaborativa, o avanço de uma visão de educação para a transformação social.
Image

Aprendizagem Ativa

As Escolas Transformadoras olham os alunos como sujeitos ativos no seu próprio processo de aprendizagem. Os alunos participam nas escolhas feitas dentro e fora da sala de aula.
Image

Equipa Transformadora

A equipa da escola acredita profundamente na necessidade e possibilidade de todos serem agentes de transformação positiva. Os seus membros sentem-se motivados a promover mudanças positivas na sociedade e entusiasmados para partilhar e aprender com outras equipas. A liderança numa Escola Transformadora é inovadora, aberta a novas ideias e democrática, contando com a participação de toda a comunidade educativa (professores, funcionários, pais, educandos e parceiros).

Notícias

Conhece escolas com um modelo de Educação Transformadora, no qual cada jovem se identifique como um agente de transformações positivas no seu entorno. Participe num exercício de inteligência coletiva. 

A Park IS caracteriza-se não apenas pelo ensino bilíngue, mas pela convicção de que as crianças devem crescer sendo curiosas, autónomas, solidárias e multifacetadas para dar resposta a um mundo em constante mudança e evolução.

O Colégio de São José abraçou um paradigma de ensino-aprendizagem centrado no aluno, criando um inovador modelo pedagógico chamado VOAR que pretende formar hoje os líderes de amanhã.